#60 - Ilusions of the Future Past!





Yellow foi capturada pela Sacred Arcanine, apesar de todos os esforços de Ash, a pequena mística foi levada por Lt. Surge para as masmorras do castelo de sua guilda, deixando Oak e os restantes membros da Squirtle Shell, sobre o efeito de paralisia.

Vários soldados avançam contra Ash que se encontra estendido no chão após o golpe de joelho do tenente da Sacred, mas os números não intimidavam o nosso herói, ele apenas pensava na sua amiga que fora levada, é então que os céus ficam negros de repente, as densas nuvens descarregavam os seus relâmpagos contra o solo e um deles atinge Ash, recarregado, o nosso herói se levanta e com um grito de fúria, produz uma descarga eléctrica usando a energia absorvida pelos relâmpagos que faziam dele pára-raios.

Os soldados da Sacred Arcanine são vencidos com esta descarga, Ash venceu e se prepara para correr atrás de Lt. Surge que parece já ir longe.

— Ash, espere — gritou Katie com um ar preocupado — você não pode ir sozinho para lá.

— A Yellow precisa de mim, eu tenho de ir.

— Então eu irei consigo — disse a garota com seus grandes olhos azuis decididos.

— Katie, mas você sabe quem pode encontrar lá — as palavras de Oak entravam na cabeça de Katie, mas a jovem estava focada.

— Eu sei, mas eu não tenho mais medo, Yellow também é minha amiga, então eu irei.

Ash e Katie decidem ir até Indigo Plateau para resgatar Yellow, mas mesmo antes de partirem, surge Brock com Misty se apoiando em si. Ash fica surpreso ao ver a ruiva.

— Encontrei ela ferida em uma praia, tentei fazer ela ir ao hospital, mas ela não quis.

— Sabia que você ia tentar algo como ir até ao castelo Ash, é tão previsível — comentou Misty sorrindo.

— Você devia descansar — aconselhou o garoto.

— Eu sei, mas eu tinha de o ver, preciso de o avisar — Misty muda o tom para algo mais preocupado — aquele guerreiro da capa, Lance, foi ele quem derrotou o Sinis Trio e a mim, pouco pudemos fazer para o enfrentar.

— Eu não tenho medo dele, se ele aparecer na minha frente, eu vou lhe bater até o transformar em puré — disse Ash levantando o pulso, ele olhava para Misty com confiança e a garota sentia isso mesmo.

— Apenas me prometa que vai ter cuidado — pediu a ruiva com seu olhar fixado em Ash.

— Eu prometo, Katie, está pronta?

— Vamos — disse a jovem guerreira de gelo.

— Eu também irei — ofereceu-se Brock.

— Tee hee será como a nossa primeira missão juntos, quando fomos á Fearow's Beak pegar a Yellow — relembrou Katie — parece que passou uma eternidade.

Olhando uns para os outros, os três guerreiros avançam para norte sobre o olhar atento de Oak, Misty e os membros da Squirtle Shell.

 Correndo pelos trilhos de terra, Ash e seus amigos atravessam a planície de Viridian, chegando em uma estranha floresta, o céu tinha uma cor púrpura e a lua cheia parecia observar os nossos heróis, as árvores eram deformadas e tinham formas assustadoras, como se tivessem rostos gritando por ajuda.

— Que floresta é esta? Nunca ouvi falar deste lugar — comentou Brock olhando em seu redor.

— Que lugar arrepiante, não vejo o caminho com este nevoeiro — disse Ash.

— Estranho, o nevoeiro apenas aparece na nossa frente, não está em mais lugar nenhum — continuou Brock vendo que no lugar onde eles estavam não era afetado pelo denso nevoeiro que se punha no horizonte.

— Isso é porque não é real — disse Katie não escondendo o nervosismo.

— Que quer dizer? — Perguntou Ash confuso.

— Ainda nem sequer são duas da tarde e aqui está de noite, o que significa que esta floresta e tudo nela, não passa de uma ilusão — Katie olha para a copa de uma árvore, onde repara na lua que desce dos céus, ganhando forma humana e se transformando em uma mulher de cabelos negros e olhar ameaçador — Sabrina — Katie não conseguia mais esconder o nervosismo, pois estava na presença daquela que ela mais temia, a sua irmã, Sabrina.

— Voltamos a nos encontrar irmãzinha, dessa vez não deixarei você escapar — Sabrina encarava Katie com seu olhar penetrante, a jovem recua com um passo atrás.

— Katie, você está bem? — Perguntou Ash percebendo o nervosismo da amiga.

— Sim, não se preocupe, você e Brock avancem, este nevoeiro é falso, então assim que o passarem devem logo dar de caras com o castelo.

— Eu não a posso deixar aqui sozinha!

— Não se preocupe comigo, isto é algo que eu tenho de fazer sozinha.

— Hahahaha você quer me enfrentar sozinha? Aceite a ajuda dos seus amigos querida irmã, assim talvez tenham alguma chance de me tocar... que estou falando? Vocês não terão nenhuma chance.

— Eu evolui muito desde o nosso último encontro, não sou mais a mesma.

— Querida irmã, você é e sempre será uma inútil, não importa o quanto treine, sem poderes psíquicos desenvolvidos, você nunca será capaz de me vencer.

— Isso é o que veremos, Ash se despache, Yellow precisa de si.

— Katie...

— Apenas vá — O grito de Katie deixa Ash decidido, ele confia na amiga e o olhar dela não parece ser de alguém nervoso, mas de alguém focado, ciente que é capaz de vencer.

E assim, Ash e Brock avançam pelo trilho de terra, desaparecendo no nevoeiro, deixando as duas irmãs para trás.

— Você fez mal em mandar seus amigos embora, mas não tem problema, eles também não irão longe.

— Faz mal em nos subestimar Sabrina — Katie esboça um sorriso e começa a concentrar sua energia, criando alguma pressão, a folhagem morta das árvores abanam violentamente com a energia espiritual da jovem da Squirtle Shell.

— Hahaha se prepare para o seu castigo... Psychic! — Os olhos de Sabrina brilhavam intensamente, fazendo Katie ser projetada para trás, mas a jovem tenta se manter de pé arrastando com suas botas no solo.

— Ice Beam! — Katie junta os braços e cria uma esfera com energia gelada, expelindo em seguida um raio contra a irmã que esta protege levantando um ecrá dourado.

— Isso é o melhor que você sabe fazer? Uma criança inútil como sempre, desde que éramos pequenas que você sempre foi a desonra da família. Abandonada pelos pais para morrer, teve sorte sobrevivendo aos cuidados de Articuno, mas dessa vez não terá mais sorte.

As palavras de Sabrina magoavam Katie, ela se recordava do que sofrera com o abandono dos seus pais, a psíquica continuava seus jogos mentais, fazendo sua irmã mais nova se lembrar dos acontecimentos em Navel Island que ela condenou a ilha e toda a gente nela ao gelo eterno, seguido de imagens da verdade sobre ela não conseguir usar poderes psíquicos, Articuno a condenou a esta vida.

— Pare, por favor... pa-pare... — Katie se ajoelha no chão com as mãos na cabeça, as imagens traziam memórias que a jovem tentava não pensar, mas agora assombravam o seu inconsciente devido aos poderes psíquicos de sua irmã.

— Encare a verdade, você é um vírus, uma aberração, não pertence a lugar nenhum — continuava Sabrina, com um sorriso no rosto, ela estava adorando torturar a irmã.

Katie se revê de novo com seu corpo de criança, olhando um espelho sem reflexo, Sabrina também em seu corpo infantil, aproxima-se por trás da irmã e coloca a cabeça no seu ombro, com o seu reflexo inteiro exibido no espelho.

— Olhe para o espelho, ele não mente e você sabe isso, sua vida é uma grande mentira, você é uma anomalia sem lugar neste mundo.

— Eu tenho os meus amigos da Squirtle Shell, eu sou real para eles.

— Nem você acredita nisso querida irmã, no fundo você sabe que eles seriam mais felizes se você não tivesse aparecido. Articuno apenas cuidou de si porque você possuía parte de sua energia, ele nunca quis saber da sua existência, calhou ser você, mas poderia ser outra qualquer no seu lugar.

— Eu sou uma anomalia, um vírus sem lugar neste mundo — os olhos de Katie perdiam a cor e a jovem caia num profundo transe.

Sabrina sorri sadicamente, deixando sua irmã de pé em frente ao espelho e observa-a com os seus olhos penetrantes enquanto Katie se afunda dentro desse mesmo espelho.

Dentro do subconsciente da jovem, ela recordava vezes sem conta aquele dia que foi abandonada pelo seu pai na montanha gelada, destinada a um fim trágico, o salvamento de Articuno que não fora mais que uma forma de ele mesmo proteger a sua energia adormecida no corpo de Katie, os rostos das pessoas que foram condenadas ao gelo eterno e por fim a chegada á Squirtle Shell.

Mas foi ao se relembrar da guilda que algo mudou, desde o treino com professor Oak que a ensinou a controlar os seus poderes, ao conhecer os seus amigos, Ash, Gary, Yellow, Brock, todos os da Fearow's Beak, as batalhas que viveu ao lado da guilda de Pallet, tudo isto fazia o rosto de Katie mostrar um pouco de emoção.

É nesta altura que a garota vê o rosto de Ash, confiante na sua vitória, mesmo depois de ter sido vencido por Lt. Surge e de Yellow ter sido capturada, Ash não desistiu e se prepara para um novo combate. O azul dos olhos de Katie voltam a dominar sobre a cinza.

Sabrina começa sentindo perturbações, o corpo de Katie que estava estendido no chão começa a concentrar energia. Tudo aquilo que ela projectara na mente da irmã era uma ilusão e pelo seu olhar de espanto, ela não percebia o que tinha acontecido para ela voltar a reagir. Aquele transe deveria ser eterno, mas ai estava Katie, recuperando a consciência e se levantando exercendo enorme pressão.

— Mas como? Não pode ser, como quebrou minha ilusão?

— Quer uma resposta curta? Eu sou uma guerreira da Squirtle Shell! — A jovem esboça um sorriso de confiança, o seu corpo está coberto por uma aura branca como a neve, libertando pequenos flocos gelados que cobrem a floresta que Sabrina criou.

— Ela está controlando minha ilusão? Não é possível!

— Eu agora sei quem sou, seus truques não funcionam mais em mim.

— Os seus poderes psíquicos... eles estão acordando? Não pode ser! Você não vai me vencer... Psycho Cut! — Perturbada com a situação, Sabrina faz um movimento brusco com o braço, disparando um golpe de cor rosa, com a forma de uma lâmina de faca, na direção de Katie, acertando em cheio na garota que é atirada para trás.

Katie tenta se equilibrar e com seus pés, ela se impulsiona na árvore que ela ia embater e salta para cima, ficando no ar sobre Sabrina.

­— Durante minha vida, sempre pensei que não pertencia em nenhum lugar, meus sorrisos falsos, meus teatrinhos bobos para jogar com a mente dos meus oponentes, era tudo um disfarce para não ter de falar dos meus problemas com ninguém, mas eu não tenho mais razão para me fechar do mundo, não tenho mais nenhuma razão para falsear um sorriso, o meu nome é Katie e eu sou uma guerreira da Squirtle Shell — a floresta criada pela ilusão de Sabrina ficava turva enquanto o corpo de Katie brilhava com intensidade.

— What? Ela perdeu a esfera de gelo, como é que...

— O meu poder nunca veio da esfera de gelo, o meu poder está na confiança que eu tenho nos meus amigos, o meu verdadeiro símbolo.

— Confiança? Não diga besteira, não tente iludir a mestra das ilusões.

— Isto não é uma ilusão, pela primeira vez na minha vida, faço algo real... Glaciate!

Sabrina grita com o movimento de sua irmã, ela não esperava tamanha energia da garota que atacava com o seu golpe mais poderoso, a psíquica é congelada e a floresta que ela havia criado desaparece. Katie cai no chão esgotada, mas com um sorriso no rosto, o gelo que cobria sua irmã quebra e Sabrina cai junto de Katie.


A vitória da jovem da Squirtle Shell foi sentida por Ash e Brock, que estavam frente a frente com o grande castelo, sem sequer sonharem que dentro deste, já se encontrava Gary que adentra uma sala com o soalho e as paredes construídos por ripas de madeira, o desafio do castelo irá começar.

2 comments

Write comments
Boo
AUTHOR
25 April 2015 at 05:59 delete

Capítulo muito bom, dos melhores ate agora, todo o clima de nostalgia por relembrar a primeira missão deles para resgatar Yellow da Fearow´s Beak, agora o time unido de novo para uma missão ainda mais difícil.
Finalmente começaram as batalhas contra os membros da Elite da Sacred Arcanine, as ilusões da Sabrina, o clima na floresta, foi tudo bem assustador, gostei do clima criado pelas ilusões. Foi uma das lutas mais emotivas de toda a historia, toda a historia entre elas, os mind games criados por Sabrina, ate o momento em que Katie tem seu momento de descobrir sua própria verdade e o lugar ao qual pertence.
O final foi épico, e ainda abre grandes possibilidades para o futuro com Katie despertando seus poderes psíquicos, muito bom.

Reply
avatar
30 April 2015 at 14:39 delete

Gostei de você ter relembrado a primeira missão deles,Sabrina :3 Foi o melhor cap até agora!

Reply
avatar