#34 - Burning Thunder!





Continuamos na região de Orre, onde ocorre uma intensa batalha entre os nossos heróis e os membros da elite criminosa de Miror B. Ash enfrenta com alguma dificuldade Kyle, um pirómano que não parece querer desistir enquanto não terminar o guerreiro de Pallet Town.

Com o seu corpo coberto de electricidade, Ash, salta em altura com seus punhos direcionados contra Kyle, no entanto, este se defende criando anéis de chamas em seu redor, obrigando o garoto a se afastar.

— Arda para mim garoto, quero ver você queimar... Flamethrower! — Kyle cospe um turbilhão de chamas por sua boca que explodem ao contacto com Ash, quando as chamas desaparecem, não há nem sinal do garoto — Uahahahaha quem é o mais forte? Sou eu hahahaha — os seus risos histéricos percorriam a caverna fazendo eco — você não pode responder pois eu o tornei em cinzas hahahahaha.

— Tsk, você tem uma voz irritante — Kyle fica surpreso quando vê Ash segurando no topo de uma parede, ele havia saltado antes do contacto com as chamas.

— Você ainda está vivo? Por que não morre de uma vez? Qual é a razão para se agarrar tanto á sua vida desse jeito? — Kyle continuava com tom de troça, ele sabia que Ash estava fraco.

— Se eu lhe explica-se, você não entenderia — o rapaz salta de volta para o chão, ficando frente a frente com o seu inimigo — Você é maior, mais forte e mais rápido do que eu, mas tem algo que lhe falta.

— E o que seria isso, senhor sabe tudo?

— Um lugar para onde voltar — respondeu Ash com convicção — um lugar onde os seus amigos o acordam de manhã com brincadeiras infantis que o deixam irritado e o persegue toda a manhã pelos trilhos da floresta, um lugar onde as pessoas que você gosta sorriem para o dia que encontram quando abrem a janela porque sabem que estão seguras, um lugar que você pode chamar casa.


— Please, esta é minha casa, eu tenho tudo isso pirralho.

— Não, o que você tem é um grupo de subordinados que cumprem suas ordens com medo que você os puna, você vive em um lugar onde tem de fazer o que o seu chefe manda ou então você mesmo é punido, você vive num lugar de medo e submissão, isto não é uma casa, eu na verdade tenho pena de você, que não sabe o sabor de um sorriso de felicidade.

— Deixe de bobagem, eu terei o meu sorriso de felicidade quando queimar você até aos ossos, uahahahaha. — Kyle arranca sua camisa vermelha exibindo varias cicatrizes no seu tronco — esta cicatriz no meu peito foi feita pelo próprio Miror B. quando eu era ainda uma criança, com ela eu aprendi que nesta vida apenas os fortes sobrevivem e sempre o fazem ás custas dos vermes como você. Diz que tem pena de mim? Volte a dizer isso quando estiver feito em cinzas, Fire Punch!

— Thunder Punch! — Ash e Kyle avançam um contra o outro com seus punhos chocando e isso provoca uma potente explosão que projeta os dois para trás, Ash perde sua camisa negra no processo.

— Flamethrower! — Kyle amortece a queda com os braços e pernas rastejando pelo solo e em seguida cospe o turbilhão de chamas contra Ash que não conseguiu evitar o golpe desta vez, sendo atingido e assim ele cai no chão sem muito mais energia.

— Dr-droga... estou no meu limite...

— Uahahaha, terminou para você garoto — Kyle se aproximava-se lentamente, deitando fumaça por sua boca, seus olhos demoníacos fitavam o corpo de Ash deitado sem se conseguir mover — queime para mim... Flameth...

— Air Slash!

— What? — Kyle se preparava para cuspir chamas de novo, quando de repente uma esfera de energia aérea surge de cima, atingindo-o em cheio no peito, o projetando para trás.

No subsolo, Misty havia sido pega de surpresa por uma coroa de cristais que havia perfurado a plataforma e a atingido, com muita sorte os espinhos não trespassaram seu corpo, mas este estava muito danificado.

— Não se ache uma sortuda, eu a deixei sobreviver, estes cristais poderiam ter facilmente a desmembrado, mas isso seria uma morte rápida, sem glamour, quero que você seja um exemplo de arte na queda. Os meus cristais irão penetrar seu corpo e cristalizar suas veias e artérias, suas feridas serão curadas, e você se transformará em uma estátua de cristal, linda e imaculada, sinta-se feliz, isto é um privilégio apenas para quem se mostra um bom desafio perante mim.

— Você é doente... — Misty se debatia para mover seu corpo, mas este estava demasiado ferido, além de que uma queda poderia resultar a um dos espinhos espetar seu corpo.

— Eu sou uma artista, você será minha nova obra prima, agora... Crystal Glare! — Selina abre os braços e o seu corpo se envolve em uma aura azul clara, os cristais por baixo de Misty começam a derreter e a querer entrar pelas feridas abertas da garota.

— Scald! — Um jato de água a ferver acerta em Misty, destruindo a coroa de cristais e sarando as feridas desta.

— Este golpe... — Misty olha para cima espantada, assim como Selina que não queria acreditar no que tinha acontecido.

Na entrada da caverna outra luta acontecia, Brock estava também derrotado e Slade se preparava para o golpe de misericórdia.

— Seu corpo entrará em decomposição brevemente, só me resta lhe desejar uma boa jornada até ao outro mundo — Slade faz o sinal da cruz com a mão, benzendo Brock que não tinha qualquer reação, no entanto, quando ele se preparava para desferir outro Poison Jab nas costas do rapaz, o solo extremasse — que é isto?

Slade tenta se segurar quando vê as rochas em seu redor abanando com grande intensidade, logo fendas se formam no solo e este tem de saltar para as esquivar, mas Brock, que continuava sem reação, é engolido pelo chão, sem se aperceber, Slade é acertado por algo grande que provoca um violento impacto nas suas costas, fazendo-o ser projectado contra o solo.

— Quem se atreveu? — Perguntou irritado.

— He he he você sabe perfeitamente — o solo começa a abrir perfurado por três rochas que formam um triângulo, em seguida as rochas se destroem revelando dentro delas um homem grande, moreno de cabelos loiros, era Heath da Fearow's Beak — sentiu minha falta?

No subsolo, Selina estava enraivecida com alguém que lhe havia destruído sua coroa de cristais, Misty olha para cima e repara que o teto rochoso está ardendo, rios de magma cobrem as fendas no teto e nas paredes, correndo para a água poluída que logo fica toda por baixo da lava.

— Quem fez isto? Quem está ai? — Perguntava Selina com raiva no olhar.

— Você sempre gostou de grandes entradas — Misty sorriu enquanto olhava para o magma correndo nas paredes — Lavana.

A garota de cabelos rosa surge de dentro da lava, sacudindo seu ponytail para trás.

— Ouvi falar de arte, não podia ficar apenas assistindo, tinha de participar no concurso — a garota da Fearow's Beak salta para junto de Misty, a ajudando a levantar.

— Você? Eu tenho a certeza que a deixei dentro de um dos meus cristais.

— E deixou, mas sabe, eu sou hot demais, ele acabou derretendo a meus pés.

— Quanto descaramento, derreter meus bebés.

— A musica diz que diamantes são os melhores amigos de uma garota, eu cá prefiro os vulcões, belos e mortíferos.

E agora falta aquele que atacou Kyle, já devem ter adivinhado quem se trata.

— Penso que tenhamos assuntos pendentes — disse o rapaz de cabelos azuis espigados, enquanto levita no ar com seus braços abertos.

— Você de novo? Já estou ardendo de vontade — Kyle sorri para esta aparição, mostrando algum entusiasmo.

— Wh... Ace? — Ash continuava muito debilitado, mas mesmo com sua visão turva ele consegue reconhecer o líder da Sinis Trio.

Com a aparição da Sinis Trio, os nossos heróis podem finalmente descansar um pouco, mas conseguirão estes três fazer o que Ash e os outros não conseguiram?

Não se vão já embora, pois temos outro guerreiro que eu vos quero mostrar, o garoto dos cabelos prateados, Damon, que adentrava pelos esgotos, rumo ao covil de Miror B. acompanhado por Lucy.

— Damon, estou sentindo a energia do Miror B. após aquele portal — a garota agarra o pulso de Damon, tentando pará-lo, este sentiu a mão da ruiva tremer, alem de estar gelada.

— E ele não está sozinho, se você se concentrar, sentirá algo com ele — o rapaz fala de forma calma.

— O qu... que energia imensa é esta? Como eu não senti nada antes? — O corpo de Lucy gela.

— Parece estar camuflado para que os outros não descubram, mas eu tenho a certeza que não é humano.

— Será Jirachi?

— Não creio, esta energia é muito maior que a de Jirachi.

— Está carregada de ódio...

— Volte para trás.

— Damon, não o posso deixar ir sozinho.

— Ash e os outros estão enfraquecidos, você precisa de os curar, eu não serei capaz de vencer sozinho, sem eles estamos condenados.

 As palavras de Damon mostraram a Lucy um lado que ela nunca tinha visto no rapaz, nem quando ele enfrentou Gonzap estava neste estado, pela primeira vez, ela sentia medo no garoto dos cabelos de prata, mas qual será a razão desta inquietação? O que estará por trás daquele portal? Não percam o próximo capítulo, porque nós também não.

1 comments :

Write comments
Boo
AUTHOR
21 February 2015 at 05:54 delete

Gostei bastante deste capítulo, Ash tentou resistir e ainda conseguiu aguentar um pouco de Kyle, mas no final os danos acumulados foram muito grandes. Neste percebemos mais da personalidade de Kyle e Selina, eles são bem insanos, são realmente vilões bastante cruéis que se divertem a torturar os mais fracos.
Foi bom ver o retorno do Sinis trio, acho que eles mereciam uma segunda chance, se alguém tem contas a acertar com o Miror B são eles. Damon finalmente esta quase se encontrando com Miror B, e agora parece ter mais alguém para aparecer na historia, o arco vai chegando ao final e ainda tem muito para acontecer, a historia segue muito boa.

Reply
avatar