#33 - Rock and Poison!




Começou o confronto com a elite do Miror B, três poderosos guerreiros que consomem cipher para se tornarem mais fortes, Ash, Brock e Misty têm um grande obstáculo pela frente se querem chegar ao tirano que lidera o crime na região de Orre.

Brock enfrenta Slade, um homem de cabelos roxos que manobra o veneno á sua vontade, o querer do guerreiro de Pewter é intenso, mas o seu oponente não parece minimamente impressionado, se desviando dos punhos de Brock com grande facilidade e lançando veneno pela distância.

— Pare de jogar veneno e combata como um homem seu covarde. — Brock parou em cima de uma rocha, olhando para Slade junto do portal da caverna que sorria com os lábios fechados e o fitava com os seus profundos olhos de cor púrpura.

— Covarde? Eu como garotos como você durante o café da manhã, acha mesmo que sou um covarde? — Slade sacode os seus cabelos com a sua mão direita, protegida por uma luva branca — você vai se arrepender por subestimar um membro da elite, seu fracote. Vamos, venha a mim.

— É isso que eu quero, cá vou eu... Mega Punch! — Brock corre na direção de Slade com o seu punho iluminado, o seu oponente não descruza os braços mas nem por isso Brock abranda, ele direciona o seu punho contra Slade, mas este para-o com apenas uma mão — w-what?

— É só isso que você tem? Patético... Toxic! — Slade coloca a outra mão junto do peito desnudo de Brock e dela sai disparado um liquido púrpura e lamacento que se espalha ao longo do corpo moreno do seu oponente, o fazendo cair de joelhos — é só uma questão de tempo até o meu veneno começar a fazer efeito.

— Droga, o meu corpo está dormente... o que é que ele fez...

— Deixe me dizer o que você está sentindo, o seu corpo está dormente, você quer mover seus braços e pernas, mas eles não lhe respondem, daqui a pouco você sentirá o seu corpo ardendo como se estivesse sendo queimado por dentro, será uma sensação horrorosa que fará você implorar para que eu termine o seu sofrimento, suas artérias irão apertar, você ficará sem ar enquanto as dores insuportáveis retiram o seu último suspiro, terminou garoto, gostaria de dizer que foi um prazer, mas você é apenas mais um.

— Hmm — Brock levanta a cabeça mostrando um sorriso confiante e isso deixa Slade um tanto confuso — dores insuportáveis que me farão desistir da vida? Lamento, mas minha vida não vai acabar contra alguém que recebe ordens de um palhaço dançante, você é apenas um empregado, se quer assim tanto me terminar, então se torne alguém importante.

— Insolente, eu vou calar sua boca de uma vez por todas... Poison Jab! — Os dedos de Slade libertam um brilho cor de rosa e este acerta com eles no peito de Brock, fazendo o garoto cair para trás cuspindo sangue pela boca.

— Dr-droga... eu não posso morrer... ainda tenho de o enfrentar... my brother... — A sombra de um homem grande e musculado surge no subconsciente de Brock, que de repente se vê em uma pequena casa de madeira com um homem com a mesma aparência que Brock, só que muito mais velho, caindo para trás ensanguentado.

— D-daddy — um muito jovem Brock corre, com lágrimas escorrendo pelo rosto,  para junto daquele homem caído.

— Meu filho, saia daqui... — o homem estava com dificuldade em pronunciar as palavras, devia ter uns 45 anos, pelo menos assim parecia pelas rugas na sua testa e rosto severo.

— Irmão, por que fez isto? — Brock aparentava ter uns 5 anos, ele vestia umas calças de jardineiro com os suspensórios por cima da camisa amarela de manga curta, ele se levanta e encara aquela sombra que parece capaz de o esmagar com o seu pé.

Brock volta a ganhar consciência, Slade está com sua bota em cima do seu peito, fazendo pressão, obrigando o rapaz a cuspir sangue que tinha uma cor arroxeado.

— Hahahaha o seu sangue já está afetado pelo veneno, agora seu corpo arderá por dentro, implore para que eu termine o seu sofrimento.

— Vá se ferrar — o moreno estava em mau estado, ele sentia seus ossos derretendo lentamente, isso lhe provocava umas dores insuportáveis, no entanto ele insistia em se levantar, seu sangue mudara de cor, seu corpo basicamente não lhe respondia, mas a força do querer de Brock se mostrava, embora fraca, não querendo desistir.

— Quer dizer que você não tem a noção do que está acontecendo? Nah, você sabe perfeitamente, está sentindo isso como ninguém, enquanto luta,  veneno se entranha mais, seus ossos estão querendo quebrar, a cada movimento que você os submete, parece que eles se desfazem.

— Eu já falei... não irei morrer aqui, eu sou forte, eu sou o grande guerreiro de pedra, serei eu o melhor! — Brock solta um grito de revolta e seu corpo liberta uma aura avermelhada que faz imensa pressão no solo.

— Ele ainda tem esta energia em si? Será que o veneno não está sendo eficaz? Nah, ele está sofrendo, eu sinto, mas de onde virá esta energia toda? — Slade se mostrava surpreso e chocado com a resistência de Brock que levita as pequenas rochas em torno da caverna, estas ficam envoltas em uma aura vermelha, Brock as junta em suas mãos, as fundindo em uma enorme rocha avermelhada.

— Rock Wrecker! — O moreno dispara esta rocha contra Slade, acertando em cheio no vilão, o contacto provoca uma explosão e Slade cai para trás com suas roupas danificadas. Em seguida Brock cai no chão sem mais energia — d-damn... o meu corpo parece que vai rebentar...

— Maldito, veja o que fez. — Slade se levanta e olha para suas roupas, ele despe o casaco púrpura de manga comprida, ficando apenas com sua camisa de botões, branca, ainda que esta estivesse esburacada — vai me pagar umas roupas novas...Bom e dai talvez não pague — Slade olha para Brock que aparenta estar sem sentidos, a expressão do homem se alegra, como se estivesse vencido e aquele rapaz não voltasse a se levantar.

Em outra sala desta grande caverna, Ash e Kyle trocavam golpes um com o outro, o nosso herói dispara um ataque eléctrico, mas Kyle se desvia dos raios e com seu corpo em chamas, ele desfere dois murros e um pontapé no seu oponente que sai projetado contra uma grande parede rochosa com um abismo por baixo, Ash se agarra na parede para não cair, mas Kyle não pensa deixar ele se segurar, pois logo cospe um intenso turbilhão de chamas que acerta em cheio nas costas de Ash, este, para não cair no abismo, pressiona suas pernas contra a parede e se impulsiona para a plataforma, o seu corpo envolto em eletricidade, acerta em cheio com a cabeça no peito de Kyle, em seguida esmurra o seu rosto.

— Yahoo você é duro garotinho, estou ardendo por este combate — Kyle se mostrava satisfeito, seus olhos ardiam intensamente e no seu rosto estava exposto um sorriso de orelha a orelha.

— Damn, ele é bem forte... — Ash bufava com o cansaço enquanto Kyle rejubilava de energia, estes eram os efeitos de cipher, a droga que aumenta o poder ofensivo de quem a toma.


Ash, Misty e Brock combatem os três membros da elite de Miror B. três poderosos guerreiros que consomem cipher que é traficada pelo criminoso, como conseguirão os três triunfar onde parece impossível? Não percam o próximo capítulo.

1 comments :

Write comments
Boo
AUTHOR
20 February 2015 at 17:10 delete

Grande capítulo, Brock claramente não estava a conseguir lutar com tudo, ainda sentia os efeitos da luta com Damon.
Slade é um monstro, ele é poderoso demais, assim como muito sádico, usa os ataques de venenos para enfraquecer o adversário e o derrotar aos poucos. Foi bom finalmente saber sobre o passado do Brock e suas motivações, foi uma historia bem forte, então o homem que ele quer enfrentar é o próprio irmão que matou o seu pai, é um objetivo bem forte, vingar o pai.
Slade disse que Brock seria mais um, mas com aquele ataque final mesmo perdendo Slade se lembrara dele.
Ash tambem tenta se aguentar mas Kyle esta em vantagem, eles estão muito mal, não parecem capazes de vencer os guerreiros energizados com cipher, estou a adorar esta dramaticidade, a historia segue cada vez melhor.

Reply
avatar