#31 - Family Feud!





             A vitória de Ash no grande torneio de Pyrite foi vista por milhares de pessoas, que celebravam a primeira competição naquela região, em dez anos, no entanto, as duras batalhas que antecederam esta vitória, não seriam nada comparado com o que estava para vir, acompanhado por Damon e Lucy, o nosso herói sobe ao prédio onde alegadamente estava Miror B. mas o que os três encontraram foi dezenas de peões, usados pelo vilão, tentando impedir sua passagem, no final deles estava alguém conhecido de Damon.

           Gonzap, o poderoso líder da organização criminosa, Muk Infection, havia esperado por Damon, que segundo ele, o criou como um filho, para o punir devido ao roubo que o guerreiro dos cabelos de prata havia feito na sua base. Gonzap mostrou sua força ao dominar completamente o garoto, não mostrando qualquer piedade, no entanto, Damon não tenciona desistir de sua vida e planeia lutar com tudo aquilo que tem.

           — Ouça seu pai Damon, lute com mais determinação, eu quero que você parta deste mundo com a cabeça levantada, sabendo que fez tudo o que pode para sobreviver, é isso que um pai deseja, que os seus filhos não se envergonhem e sejam felizes — Gonzap estava parado em frente de Damon, com os braços cruzados, ele falava com um tom rígido e ao mesmo tempo melancólico.

           — Tsk, quantas vezes vou ter de lhe dizer? Eu sou um menino mal comportado, não irei morrer neste combate — Damon tinha apenas um olho aberto, o outro fechado e coberto com o sangue que descia pelo rosto, no entanto ele exibia um sorriso confiante, pois não estava disposto a perder.

           Ash e Lucy observam sem poder fazer nada, embora o garoto do chapéu vermelho quisesse intervir e Lucy estivesse á beira do desespero, os dois estavam incapacitados para ajudar, pois sabiam que Damon não o iria querer, o código dos guerreiros impede que eles o ajudem sem que ele peça, no entanto os dois começam a sentir imenso calor, o que era estranho, pois apesar de estarem no deserto, as temperaturas não são tão altas assim nas cidades, a visão de Ash começa a turvar, quando ele se apercebe que um turbilhão de chamas sai de dentro da caverna em direção a Lucy, este se lança para cima dela, deixando as chamas passar por cima.

             — Que foi isto? — Perguntou a ruiva estendida no chão, vendo Ash por cima dela.

             — Hehehe estou ardendo de vontade para combater, por que vocês não se apressam? — De dentro da caverna surge Kyle com o seu olhar diabólico fitando Ash e Lucy.

             — Você também é um dos peões do Miror B.? Perguntou Ash se levantando e ajudando Lucy.

            — Peão? Hahahah acha que eu tenho cara de bandido? Nada disso, eu sou um dos capitães de elite do mestre Miror B. ao contrário desses arruaceiros, eu tenho Cipher no meu sangue, o que me faz muito mais poderoso que qualquer um.

            — Nossa, não quer revelar mais, não? — Por cima da caverna está Selina, a mulher que dobra o poder dos cristais.

            — Deixe-o falar, o nosso campeão não conseguirá contar a ninguém a partir do lugar para onde vai, não é assim? — Por trás de Kyle, surge um homem de cabelos roxos até aos ombros, era Slade, um dobrador de veneno.

           — Ash, eu sinto uma enorme energia vinda destes três... — sussurou Lucy por trás de Ash que observava atentamente estes três personagens que surgiam.

           — Foram vocês que atacaram a Fearow's Beak não é verdade? Misty me falou de vocês os três — Ash estava se concentrando, ele sabia que não iria escapar de uma batalha aqui mesmo contra aqueles três.

           — Afirmativo garoto, o meu nome é Slade, esta é Selina e aquele pirómano é Kyle, nós somos a elite do lord Miror B. fomos nós quem destruiu essa guilda de amadores.

           — Uahahaha eu sabia que os deviamos ter matado todos, mas ainda bem que eles pediram ajuda, estou ardendo por uma batalha com o novo campeão de Pyrite.

           — Tenha calma Kyle, não se esqueça da ordem do Lord Miror B. — disse Selina saltando para o chão, se juntando aos companheiros — primeiramente o nosso mestre quer felicitar você pela vitória no torneio, caso não saiba, o vencedor poderia se juntar a nós na elite, o que me diz? Com Cipher você ficará muito mais poderoso e vencerá muitos mais torneios.

           — Prefiro morrer a me juntar a vocês — disse Ash com convicção.

           — Ora, você deveria mesmo ter cuidado com o que deseja — Slade avança contra Ash, os seus punhos são envoltos por uma estranha pasta roxa — Sludge! — o usuário de veneno dispara esta pasta para o solo, fazendo Ash dar um passo atrás.

           — Ash cuidado! — Os gritos de Lucy, fizeram o jovem olhar para trás, onde Kyle se dirigia contra ele com os punhos envoltos em chamas.

           — Flamethrower! — Este leva as mãos para junto da boca, cerrando os punhos alinhados, cuspindo em seguida chamas que se intensificam ao passar por estes punhos.

           — Celestial Armor! — Lucy junta as mãos de palma aberta e cria uma esfera azul marinho que a protege a ela e a Ash do golpe de Kyle, no entanto, a bola é projectada para dentro da caverna, se desfazendo ao raspar no solo arenoso.

           — Obrigado, você salvou minha vida — disse Ash, esperando os outros três entrarem.

           — Lamento, mas não o poderei ajudar em combate, essa esfera celestial é tudo o que consigo fazer.

           — Não se preocupe comigo, eu os vou empatar até o Damon chegar — Ash mostrou um sorriso confiante — aliás, ele deve precisar de sua ajuda para curar suas feridas.

            — Mas Ash, eles usam Cipher, você não terá chances.

            — Por isso que preciso que você cuide do Damon, eu não conseguirei vencer os três, mas ganharei tempo.

             — Ash... voc...

             — Não se preocupe comigo, eu sou um membro da Squirtle Shell afinal — o garoto pisca o olho á ruiva, transmitindo confiança.

            Logo os três capitães de elite adentram a caverna rochosa, se preparando para combater com o nosso herói, enquanto este esperava uma oportunidade para Lucy escapar. Enquanto isso, ainda dentro do prédio, Gonzap faz Damon atravessar uma enorme parede branca, apenas parando quando este o espalma contra uma estante de madeira, cheia de livros poeirentos.

           — Você bate com força papai... — Damon continuava com seu tom irónico enquanto tossia com intensidade enquanto mais sangue saia por sua boca, as roupas do rapaz estavam rasgadas e o seu corpo cheio de feridas.

           — Meu filho, você tem sido um bravo guerreiro, mas o seu tempo está chegando ao fim, venha, não se deixe morrer sem uma última tentativa de glória.

           — Vá para o inferno... — Flash Cannon! — Damon usa o seu raio prateado contra Gonzap, que o apanha com facilidade, usando apenas suas mãos — d-damnit...

           Gonzap pega em seu filho pelo que resta de sua blusa branca e o levanta no ar — tem mais alguma coisa que gostaria de fazer antes de partir? — Perguntou este homem de grandes músculos preparando o golpe final.

           Damon cospe para o rosto de seu pai adoptivo e sorri ironicamente enquanto mal conseguia abrir o seu olho — eu te odeio.

           — Isso você diz da boca para fora, mas eu compreendo, assim como você irá compreender quando eu arrancar seu coração do seu peito — Gonzap direcciona o seu punho na direção do peito de Damon, no entanto, este usa sua energia e impulsiona os pés contra o corpo de Gonzap se projectando para trás, deixando seu pai adoptivo com a sua blusa na mão.

            — Eu disse que não iria morrer aqui — Damon tentava concentrar sua energia, mas suas pernas falham e este cai de joelhos no chão — droga... meu corpo não me obedece...

            — Meu filho, eu o amo como se fosse sangue do meu sangue, reconheço que você quer lutar pela sua vida, mas para me convencer disso, terá de se convencer a si próprio primeiro — Uma lágrima cai do olho de Gonzap, que começa a exercer pressão enquanto concentra sua energia, uma aura de cor prateada percorre todo o seu corpo enquanto este faz movimentos circulares com seus braços, os pondo para trás, juntando enquanto forma uma bola de energia azul claro — Focus Blast! — De seguida ele move os seus braços para a frente, disparando este movimento contra o seu filho.

           O golpe atinge o alvo criando uma grande explosão, Damon abre o olho e vê a garota ruiva, com seus brilhantes olhos azuis na sua frente, atingida pelo Focus Blast, a garota cai em seus braços.

           — Lucy!  — O grito de desespero de Damon ecoa pelo decrépito prédio de Miror B. ainda este não tinha aparecido e já a primeira baixa estava notada.

           — A garota se sacrificou pela sua sobrevivência, vejo que você fez bons amigos, estou feliz.

          — Voc... você é um demónio... — o corpo de Damon começa exercendo pressão, os seus dois olhos abrem, libertando um brilho prateado, semelhante aos raios de energia emitidos pelo seu corpo, os livros caídos da estante, o lixo espalhado pela sala começa a se levitar, Damon se levanta nas duas pernas, dando um passo á frente, deixando a ruiva atrás de si.

        — Um demónio, eu? Sim, eu não estou destinado a ter uma família feliz, isso me entristece, talvez meu destino seja a solidão, sem ninguém com quem me preocupar, pois quem amo, sempre acaba morto.

       O poder de Damon cresce e agora Gonzap começa a levitar do solo, ficando surpreendido por esta energia emanada pelo seu filho.

      — Doom Desire! — O garoto dos cabelos de prata dispara um raio prateado de seu corpo contra Gonzap, explodindo no ar e atingindo aquele homem, que cai bastante ferido no chão.

     — Este poder todo por que eu ataquei sua amiga... sabia que havia mais em você que apenas aquilo que você queria mostrar... — O gigante esboça um sorriso antes de fechar os olhos e perder a consciência.

       Damon cai para trás, ficando lado a lado com Lucy, quase também perdendo os sentidos, ele vê o corpo da ruiva começar a brilhar com uma luz azul marinho, fazendo desaparecer suas feridas e recuperando a consciência.

      — Lu-Lucy voc-você... — O rapaz se mostra surpreso pelo que acabava de acontecer.

     — Obrigado por ter sobrevivido...Damon — a ruiva sorri para o rapaz estendido no chão, sem forças para se mover.

     — Tsk, deixe de ser boba... é claro que eu iria sobreviver — Damon disfarça o contentamento por ver que a ruiva estava bem e vira a cara com algum embaraço.

     O combate entre Damon e Gonzap terminou, com o garoto saindo vitorioso, mas a batalha está longe do final, conseguirá Lucy curar o rapaz a tempo de ajudar Ash confrontando a elite do Miror B.? Não percam o próximo capítulo



1 comments :

Write comments
Boo
AUTHOR
19 February 2015 at 14:40 delete

Grande final, gostei bastante desse combate entre Damon e Gonzap, foi o combate mais emocional de toda a historia ate agora.
Gonzap é um grande personagem, parece bastante complexo, tem motivações dúbias, parecia querer fazer Damon lutar com tudo, como se o Damon de agora não tivesse chance contra o Miror B. De um modo bem estranho ele foi um grande pai.
Ash finalmente confrontando a elite do Miror B, eles são poderosos demais, sozinho ele não terá chances, ansioso para ver como se segue agora que Damon também entra na luta. Capítulo incrível, a historia esta em alto nível.

Reply
avatar