#27 - Panic on Digletts Cave: Yellows Resolve!








           Bem vindos de volta amigos, depois de um torneio intenso em Pyrite vamos relaxar e aproveitar o ar puro que se respira na cidade de Pallet, pois embora Ash esteja em outra região, a vida na Squirtle Shell não pára e os membros desta famosa guilda da tartaruga azul iniciaram diferentes missões desde que o nosso herói partiu para Orre, bom, todos menos Yellow que fechada no seu quarto, que divide com Katie, no piso superior da guilda, observava as nuvens no céu, pensando em como todos estavam ocupados e ela sem nada para fazer.

           Os Pidgey cruzavam os céus com suas asas bem abertas em direção ao horizonte montanhoso, Yellow solta um suspiro de aborrecimento, ela se sentia inútil por estar ali e não poder ajudar, Oak estava envolvido em seus estudos e sem tempo para lhe dar atenção, Daisy produzia poções especiais e quando ela se fechava no laboratório, não gostava de ser interrompida. Isto era o principal problema de uma guilda pequena como a Squirtle Shell, no entanto o dia da pequena loira iria mudar quando o telefone toca.

           — Yellow, pode chegar aqui a baixo? — A voz de Oak atingiu a garotinha como uma injecção de boa disposição, logo calçou suas botinhas amarelas e correu escada abaixo onde Oak a esperava com um livro, de capa preta, na mão — lamento se incomodei o que estava fazendo, mas surgiu um problema e eu não tenho mais ninguém a quem recorrer.

          — Incomodou nada, a Pi estava louca para ter algo para fazer mesmo — os olhinhos da garota brilhavam que nem estrelas cintilantes em um céu azul escuro.

          — Nesse caso, eu recebi um telefonema de um segurança na rota 12, ele diz que um Snorlax se deitou no meio da ponte e não há meio de o removerem de lá.

          — Um Snorlax?

          — Snorlax é uma criatura que normalmente é encontrada em florestas com abundância de alimento, pois eles comem imenso e dormem durante dias quando terminam a refeição, eles são bem grandes, mas também são dóceis, então acho que não terá nenhum problema com ele.

          — Pode deixar com a Pi professor, eu irei resolver esse problema — de cabeça levantada a garota bate com o punho fechado no peito mostrando bastante confiança.

          — A rota 12 fica a este de Vermilion City, se pegar o Diglet's Cave a norte de Viridian deverá chegar lá em algumas horas — explicou o professor, mostrando o mapa da região — tente que o Snorlax chegue á rota 11, ele provavelmente veio de lá.

         Yellow se mostrou bem entusiasmada com este pedido e assim, mochila nas costas, a garota se faz á estrada para a sua primeira missão, o caminho parecia simples e descomplicado, mas claro que se assim fosse isto não seria uma história de ação, a presença desta pequena garota que agora caminhava por fora de Viridian Forest, chamava a atenção de três personagens sinistros, uma mulher perto dos seus vinte anos com os cabelos longos de cor magenta, que formava uma curva, os seus olhos brilhavam como safiras enquanto observava aquela garota e a tinha como potencial vitima. Ela estava acompanhada por um homem rondando a mesma idade, seus cabelos curtos cor de pervinca tapavam seus olhos verdes e misteriosos, junto deles estava um garoto pouco mais velho que Yellow, tinha os cabelos cremes e espetados para cima, cobrindo aquilo que pareciam duas orelhas de gato da mesma cor do cabelo, tinha os olhos verdes como os de um felino.

           — Uma garotinha indefesa no meio de um caminho tão perigoso como este, seria de lamentar que um acidente acontecesse — falava a mulher com um tom irónico.

           — Então vamos tentar que nenhum acidente aconteça — o homem segurava uma rosa vermelha com a mão direita, a mantendo perto de sua boca.

            — Nyarr vamos mostrar quem governa esta rota — o garoto cruza os braços em forma de X exibindo suas garras afiadas e sorrindo, mostrando também ter duas presas como os felinos na boca.

            Sem dar conta da presença destes três, Yellow adentra na Diglett's Cave, um tunel rochoso, cavado por pequenas criaturas subterrâneas para ser o seu lar, estas criaturinhas não costumam magoar humanos e por isso muitos o usam como atalho para ir de Pewter ou Viridian para Vermilion e vice versa, Yellow sorria enquanto via os Diglett animados com suas cabecinhas saídas do solo, emitindo sons que pareciam canções harmoniosas. Yellow viu um destes Diglett no seu caminho, este era mais pequeno que os outros, seria uma cria recém nascida, a garota se agacha para fazer uma festa em sua cabeça, mas este se esconde com medo, deveria ser o primeiro humano que via.

         — Não se preocupe, a Pi não lhe quer fazer mal — o sorriso da pequena Yellow fez rosar o rosto castanho deste pequeno cavador, que timidamente sai do buraco para receber festas da garota, logo os seus pais e outros Diglett cantam em torno de Yellow, a pequena nunca tinha visto nada como isto, se sentia bem ao ver aquelas criaturinhas felizes e alegres, embora só expusessem as suas cabeças fora dos seus buracos.

           No entanto isto durou pouco tempo, pois logo aqueles três personagens sinistros surgem bruscamente diante de Yellow, assustando os Diglett que recolhem muito assustados.

           — Vocês assustaram os Diglett, quem são vocês? — Perguntou a garotinha se levantando do chão, o seu olhar estava irritado por aquelas pessoas terem perturbado a canção das criaturinhas.

           — Quem somos nós, é a sua questão? — A mulher se posicionava de perfil com seu cabelo em arco formando um R com o seu corpo.

           —  Nos apresentaremos com a nossa canção — o homem se posicionava ao seu lado com a rosa junto do nariz.

           — Para proteger o mundo da devastação.
           — Para unir os povos da nossa nação.
           — Para denunciar os males da verdade e do amor.
           — Para conquistar todo o universo em nosso redor.
           — Jessie!
           — James!
           — Team Rocket, á velocidade da luz vai atacar.
           — Renda-se agora ou se prepare para lutar.

           — Nyarr, that's right! — O garoto pula por detrás da dupla, falando a ultima frase daquele que parecia ser o lema daquele grupo. Os três indivíduos usavam roupas brancas, como uniformes com um grande R vermelho estampado na camisa.

            — Team quê? — Yellow não estava muito impressionada com o número destes três sinistros.

            — Você não sabe que é falta de respeito não ouvir os mais velhos quando eles falam? — Jessie se mostrava indignada com a postura da garotinha.

            — Se calhar devíamos lhe ensinar uma lição sobre condutas de educação — o homem se junta á conversa movimentando o seu braço e atirando a rosa contra Yellow, os espinhos da flor fazem um pequeno corte na bochecha da menina.

           — Isso doeu — Yellow vai com a mão ao rosto tentando aliviar a dor — o que vocês querem?

          — Nyarr para começar queremos todos os seus valores — o mais novo do trio apontava suas garras á garota — dinheiro, jóias, comida, tudo o que você tiver nessa mochila, passe para cá.

          — Não bleeeh — a garotinha respondeu deitando a língua de fora aos três.

          — Pirralha rude, terei de lhe mostrar a fúria da Team Rocket — Jessie dá um salto sobre Yellow e os seus cabelos esticam e se espalham como tentáculos, agarrando os membros da loira, assim como tentando a sufocar com o cabelo apertando o pescoço.

           — Nyarr agora eu lhe retiro a mochila — o garoto se prepara para cortar as alças da mochila branca que a garota trazia nas costas enquanto esta se debatia para respirar.

           — Piii! — Faíscas começam a se libertar do corpo da garotnha, dando um choque no rapaz de cabelos cremes.

           — Pare de brincadeiras e pegue logo essa mochila Percy — ordenava o homem que se mantinha por trás de Jessie.

           A electricidade da garota começa a ganhar intensidade e logo ela usa os cabelos de Jessie como fios condutores, provocando um choque na mulher. Esta é obrigada a largar Yellow que se projeta para trás, raspando no chão.

          — Então essa pirralha é dobradora de electricidade? Não importa, somos três e ela é só uma — James reunia os seus companheiros e os três se preparam para atacar — Pin Missil! — Os cabelos do homem se espigam para cima e este começa a ejectar dezenas de pequenas agulhas contra Yellow, atingindo esta.

          — Nyarr ela está derrotada, agora essa mochila será minha — Percy, o garoto, mostra as garras e se lança sobre Yellow, esta se desvia, mas o seu chapéu de palha é pego pelo rapaz felino, revelando duas orelhas compridas e pontiagudas de cor amarela — nyarr?

         — Duas orelhas de animal? — James estava surpreso com a descoberta — poderá ser?

         — Jackpot, queríamos fazer um simples assalto e para nossa surpresa a vitima é uma mística — Jessie se mostrava feliz com esta descoberta, como se tivesse encontrado uma jóia rara.

         — Pi? Como vocês sabem isso?
       
         — Nyarr, por que você é como eu — disse Percy — seres que já nascem com habilidades especiais nyarr, que ao contrário dos simples humanos, não precisamos de aprender a dominar elementos, já nascem conosco nyarr.

          — Nunca pensei que encontrássemos uma mística aqui, isto é bom demais, James, Percy, preparem-se para a captura — Jessie volta a esticar os seus cabelos tentando apanhar a garotinha, esta tenta se desviar mas por trás de si surge James lançando espinhos contra ela acabando por ser atingida — Vamos apanhá-la! — Os três saltam sobre Yellow para a agarrar.

          — Pii....chuuuu! — Os cabelos da loira levantam e ganham a forma de raios eléctricos, a garota utiliza uma descarga de energia eléctrica atingindo os três sinistros, este poder provoca uma explosão no túnel subterrâneo expulsando a Team Rocket pelos ares, deixando um grande buraco no solo a meio de uma floresta. Os cabelos de Yellow voltam ao normal, mas a menina cai para trás de cansaço.

          Os Diglett voltam a se revelar e com as suas habilidades, eles fecham aquela cratera, para que ninguém caísse ali, voltando em seguida a cantar junto da garota que repunha as suas energias, mesmo sem saber como fez aquilo, a garota estava sorridente, esta tinha sido a sua primeira batalha e ela tinha vencido.

           O trio foi cair em cima de uma árvore, eles tinham as roupas chamuscadas e os cabelos todos despenteados.

            — Aquela pirralha destruiu o meu look de diva — Jessie estava no topo da árvore tentando ajeitar o seu cabelo.

            — Aquele poder, ela tem energia demais para um corpo tão pequeno — murmurava James de barriga para baixo em um ramo.

             — Nyarr, não podemos deixar ela fugir — disse Percy de pé em outro ramo, do lado oposto de James.

              — Bzzz

              — Nyarr, eu concordo consigo Beedrill... heh? — O trio é atacado por um enxame de insetos voadores de cor amarela com enormes ferrões nas patas dianteiras, os três soltam berros que ecoam pela floresta.


               E assim começou a primeira missão de Yellow, parece que com a presença destes três não será tão simples quanto professor Oak disse, será que ela está á altura de a realizar? E esta tal Team Rocket, será que significa problemas? Não percam o próximo capítulo.

1 comments :

Write comments
Boo
AUTHOR
3 February 2015 at 14:59 delete

Depois de toda a tensão dos capítulos anteriores com o arco das batalhas no torneio foi bom algo mais leve, acho que a Yellow precisava de um momento dela, para ter mais destaque e mostrar que realmente faz parte da guilda.
A primeira missão dela foi o que esperava, algo de cute, coisas dando errado, confusão e um final feliz, e ainda acrescentou algo a historia falando mais sobre os místicos e suas habilidades. Foi um capítulo bem divertido.

Reply
avatar